Páginas

 Olá comunidade blogueira e blogmaníacos,
Dando continuidade ao tema do mês ( Direitos Humanos) eu vou postar esse vídeo que trata sobre como são tratados os nossos doentes mentais. Pessoas que são abandonadas pela familia, parcialmente pelo Estado, enclausuradas sem nenhuma perspectiva de melhoras ou cuidados devidos. Este video mostra como o governo se limita a função de "tirar de circulação" as pessoas com desvios mentais sem a menor preocupação de tratá-las de maneira adequada para que possam ser libertas e reinseridas na sociedade. Este, um internato na bahia, representa todos os internatos , e as condições a que são subjulgados, de todo o Brasil. Este é o sistema que recupera ninguém e que sempre coloca alguém em perigo constante. Acompanhe.



Ps: Eu salientei a frase acima com o propósito de esclarecer alguns enganos por parte de alguns comentários. A casa dos mortos não é um asilo ou um internato de pessoas com problemas mentais, é uma prisão para doentes mentais, ou seja, pessoas que cometem algum tipo de delito que são julgadas incapazes de responder racionalmente por seus atos. Pessoas que pela falta de cuidados e remédios cometem crimes.

Pronto, Falei.

43 comentários:

Gutt e Ariane disse...

Constatemente para para refletir nessa temática, mas com uma abordagem um pouco diferente... referente a asilos. Onde moro, de 6 familias que poderiam manter seus idosos em casa, meu pai foi o único que manteve minha avó em casa, aos nossos cuidados... as demais familias dos arredores, deram o seu jeito de se "livrar desse fardo".

Impressionante como a idade segrega as pessoas... chegou a certo ponto, vc é taxado como imprestável, improdutivo... e até mesmo aquilo que deveria ser seu alicerce lhe vira as costas (sua familia).

A mesma situação é representada nesse documentário... de exclusão total. Quem tem um pouco de sanidade, acaba perdendo-a por viver anos a fipo num ambiente sem estrutura digna como esse que foi representado. Um gasto sem fim e sem retorno algum do governo público, que se bem investido, tais pessoas poderiam ser nomente e gradualmente recolocadas em sociedade, nem que fosse supervisionadas, liberdade provisória...mas voltariam a produzir, voltaria a ser Humanos!

Fabíola Oliveira disse...

Interessante sua iniciativa de falar sobre os Direitos Humanos. Gostei mesmo. Seu blog tem uma função social. Mas se quem não ten nenhuma insanidade mental já é tratado como um bicho nos hospitais da rede pública, que dirá os loucos. Aí nem se fala, né.

Érico disse...

Oi amiga Tati, vou ser sincero com vc! não posso comentar sobre sua postagem pois ainda não consegui abrir o video por aki, mais prometo voltar outra hora e tentar assistir de novo pois fikei até curioso hehe...
Então, hasta la vista baby :)

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Olha... o video não carregou aqui.. Mas já soube de muitas histórias como essa, que fala do descaso ue o governo tem com quem pressisa de assistencia especializada e não tem recursos para semanter. A grande maioria é jogada em asilos e esquecidos. No fim das contas... O descaso é do governo, da familia ou das clinicas?
Com certeza ninguem vai chegar á um acordo..

Café disse...

Isso é Brasil. velhos, doentes mentais...todos tratados como lixo. E onde está os direitos humanos?! Cuidando dos Bandidos...é obvio.

http://cafeholandes.blogspot.com

Macaco Pipi disse...

visual melhorou :P

claro né
apenas tirar de circulaçao é mais fácil, custa menos
fazem tudo de menor custo
capitalismo :D

Nicole disse...

Acho que abandonar um filho com algum problema mental é uma covardia sem tamanho, porque a pessoa muitas vezes não tem como responder por si, e a família a ajudaria.

Francorebel disse...

Antes mesmo de assistir, vou responder: esse assunto é seríssimo e há muito tempo a situação dos portadores de sofrimento psíquico não tem sido levada a sério em nosso país... bela iniciativa, valeu!

Fabricio bezerra da guia disse...

Olha eu não voi o video todo.mas eu acho que os deficientes são discriminados demais e tratados como inferiores.Aqui em Brasilia alguns predios SÃO PROIBIDOS de terem rampas pra deficientes por que vai estragar um patrimonio historico

Pobre esponja disse...

O vídeo é longo, um dia vejo, ou não.
Creio que nesse sistema temos de ser sintéticos, capitulares e resumidores.
Mas boa iniciativa, e é isso aí.

abç
Pobre Esponja

Bruno Costa disse...

Comovente, polêmico e lamentável. Fui estagiário do Instituto Municipal Nise da Silveira, o antigo Hospital Psiquiátrico Pedro II, o primeiro manicômio do Brasil, localizado na Urca, e depois transferido para o Engenho de Dentro. Claro, não era um lugar bonito para gringo ver, então jogaram no subúrbio, que está fora dos cartões postais. O nome mudou graças a Doutora Nise, que alavancou a proposta de reforma psiquiátrica no Brasil, buscando realizar junto aos internos um trabalho terapêutico. Aos trancos e barrancos o instituto segue seu trabalho de reforma, porém com muitos empecilhos. Porém, com todo carga de sofrimento já não é mais um depósito de lixo humano, exatamente o que fizeram e fazem da casa dos mortos. Nome melhor não há.
Parabéns pela postagem do vídeo, traz a sociedade essa discussão. Será que "perigosos" define o que essas pessoas são? Quantos poetas mais não existem ali? E outras tantas vidas a serem vividas? Quem disse que a razão é a maior dádiva do ser humano?
Enfim, há de se fazer muitos enfrentamentos para algo melhorar...
Abraço.

Guilherme Bayara disse...

O assunto é muito sério.
Independente de caracteristicas financeiras, pessoas são pessoas e todos tem seus direitos.

Betty Gaeta disse...

O vídeo está um pouco difícil de ver, mas mesmo assim parabéns pela escolha do tema.

Fábio Flora disse...

E ainda há "famílias" que jogam seus parentes em lugares como esses internatos...

Adriano Villa disse...

Oi Tati, tudo bom? Não consegui assistir o video e fiquei super interessado em ver, e agora? onde encontro mais a esse respeito? bjao

War Inside My Head disse...

Querida Tatiana...
Primeiramente venho agradecer seu gentil comentario no meu blog.
Depois... comentar o seu post sobre a casa dos mortos:
Bom como tudo nesse pais é falho, lento e burocratico, resumindo, nada funciona, o atendimento dos funcionarios publicos é lementavel pelo tamanho despreparo e capacidade, não seria diferente pensar o contrario do que acabei de assistir.
Infelizmente vivemos hoje em uma sociedade autroista onde cada um é ser unico. Hoje as pessoas estão mais preocupadas em si proprias do que com o semelhante.
A sociedade vem perdendo os valores a decadas...hoje é comum a falta de consideração, o respeito e amor ao proximo.
A sociedade esta a beira da degradação humana...a beira do abismo.
Se a propria famila coloca um individuo com problemas mentais numa casa como essa, imagina a forma daqueles que administram nosso dinheiro ( o poder publico) ira tratar?
Hoje é trivial como na maioria do Blogs, as pessoas comentarem nos blogs usando sempre os mesmos jargões: - Nossa que legal ou muito bom seu blog, ou adorei o post... coisas do genero sem conteudo algum...apenas escrevem para marcar o ponto ou porque participam do jogo das comunidades....
É importante expressar os pensamento, afinal o intuito deste canal ( O Blog ) tem essa finalidade!
Agradeço seu comentario e volte mais vezes!
Atenciosamente
Yaser

[Pulga] Anderson Ferreira disse...

O Youtube está falhando aqui, dando erro. Mas prometo que verei. Porém parabéns pelo assunto, vale ser lembrado e comentado. O que as pessoas não fazem, pelo contrário, ignoram.

Eu DESCONHEÇO o que um dos comentários falou sobre não terem rampas para deficientes por alterar patrimônios históricos de brasília. Mas se for isso, vergonha. Como se uma parede fosse mais importante do que uma pessoa que necessita de tal coisa.

Assim como falaram em outro comentario, o governo acha mais fácil tirar de circulação as pessoas que "não fazem nada" para o sistema do que cuidarem. Para não gastar o dinheiro.

É...Homem Primata, Capitalismo Selvagem...

simone vauna monteiro disse...

adorei o tema muito bom mesmo ...bjusss
sucessoo..

roney disse...

tema bem bacana sobre os "Direitos Humanos" só q o video não rodou na minha tartaruga(PC) HUAhuAH

Phellipe salaroli disse...

Muito bom, adorei o post achei bem explicativo. Gostei do visual do blog tb, mto bom msmo.! Sucesso. Voltarei mais vezes ;)

Iberê disse...

Querida tati, eu tambem fico P da vida com pessoa s que comentam sem terem lido nada do nosso topico !Voce ja viu né!
mas vamos ao meu comentario, e desculpa se ficou grande, mas acho que as coisas que voce escreve merecem atenção pela dedicação com que voce procura temas e os enfoca... ( vou dividir em partes para caber no comentes...)

parte 1
O deficiente é um cidadão, embora não disponha de todas as suas faculdades física sou mentais, pode se tratado colaborar para o bem da sociedade! Apesar disso são muitas vezes marginalizados pela sociedade.Mesmo aqueles que cometeram delitos, por causa ou não conseguindo distinguir o certo e o errado pela doença um dia voltarão ao convívio social !


Todos brasileiros tem direito a tratamento medico , cuidados necessários...é o que diz ao artigo 196 da nossa constituição !

Nossa constituição traz vários princípios dentro dela, e o maior deles é o dignidade da pessoa humana. Ou seja, CASO haja um conflito entre dois princípios, exemplo, um principio econômico( por ex) e o da dignidade da pessoa humana, o da dignidade sempre ganhará ! O peso é maior !
As pessoas sob a tutela do Estado, mesmo em estabelecimentos de tratamento e saúde onde sofrem “ medida de segurança” por terem infringido a lei, também tem sua dignidade! E nunca se recuperarão se não houver atenção para esse fim. Não basta recolhe-los , tirando –os da vista de todos e joga-los ali, para serem esqeucidos.

Ora, não precisa ser nenhum filosofo pra perceber que o abandono e mau trato de pessoas já é um desrespeito à diginidade ao ser humano. Mais ainda se pessoa que está sofrendo os maus tratos for um deficiente mental, que tem sua capacidade de reação diminuída, ou seja, que “ não consegue se defender” por causa de sua doença!

Muitos dirão: é um pecado!
EU digo: é um crime !
Em primeiro lugar o crime de negligencia de prestação de socorro, pois quem está responsável por alguém ( um enfermeiro, medico, etc...) tem o dever de prestar socorro, se não prestou, abandonou quando podia ajudar está cometendo um crime !
Fora isso o Estado também está errado, pois tem o dever constitucional de prestar assistência, cuidar dessas pessoas ! as instituições particulares envolvidas também !

Muitos dirão, é criminoso : tem que pagar!
Eu concordo, mas pagar pelo crime dentro da lei. Defendo que a punição e a medida de segurança seja JUST e dentro da lei ! O governo não pode se eximir de agir, ainda mais depois de ter assinado um tratado internacional em 2001 para eliminar toda forma de discriminação contra o deficiente físico. Sem contar que os médicos podem ser processados por danos causados a saúde os funcionarios, sendo passiveis de pagar indenizações por isso !!!

Iberê disse...

parte 2 continuação comentario...a casa dos mortos...
No Brasil a medida de segurança, reação do Estado a um ato delituoso cometido por incapaz mental não é considerada uma pena!Considera-se que quem não tinha capacidade de discernir o que estava fazendo não pode ser punido !!!! Mas sim um resposta social PARA QUE O PRATICANTE DO DELITO SEJA TRATADO !
Entao casas de tratamento e custodia não são prisões, são locais para queos doentes mentais SEJAM TRATADOS, é o que diz a lei brasileira!
Não podemos ir contra lei e querer fazer vinganças pessoais !
Não podem ser maltradaos, levar choques, usar camisas de força se não for estritamente necessário !
Os conselhos de medicina sabem muito bem disso e já editaram normas , como a 1407/94 do Conselho Federal de Medicina que exige que os doentes mentais recebam assistência adequada nas unidades medicas !

Outro problema dos deficientes mentais submetidos a medidas de segurança: podem ficar ali enquanto durar a doença? E se a doença durar mais do que trinta anos? Ou seja, um criminoso comum fica no maximo trinta anos preso e o doente fica recluso perpetuamente? Não estamos infringindo uma regra constitucional que proíbe as prisões perpetuas( art 5 XLVII)?
Sou favorável que depois de decorrido o tempo maximo da pena PREVISTA para os criminosos sadios, que o deficiente mental seja solto ou encaminhado pra um tratamento fora da casa de custodia. Pois se não for , ele será tratado de forma pior que o preso comum que sai depois de cumprido o maximo legal.



Como podemos denunciar ?
PodEmeos ir a um órgão de fesa dos direitos das pessoas, como o MINISTÉRIO Publico que RECEBE e INVESTIGA denuncias, mesmo que estas denuncias vão contra os estado ! Ou seja, é um órgão independente que,” em tese”, não está com o rabo preso com nenhum outro poder, nem recebe ordens de políticos e pode então investigar uma denuncia sem ter que ter medo de represálias ! E se o ministério publico descobrir que a responsabilidade pela negligencia dos deficientes é do Estado, pode propor ação em face deles! Ou seja pode entrar com uma “ ação” contra a União, Estados ou municípios!Isso vale inclusive pra sede de execução penal, ou seja o deficiente merece proteção mesmo preso ou sofrendo medida de segurança.


E como funciona essa reclamação?
Ao perceber que deficientes estão sendo maltratados, ou abandonados, deve-se levar essa noticia ao MP. Eles vão ver se a lei está sendo descumprida e depois vão obrigar os responsáveis a cumpri-la ! É O QUE DIZ A LEI 7853/89 !

Mas não bastam só leis, embora elas sejam boas pra “ curar” problemas urgentes da nossa sociedade. Mas a discriminação e o desprezo que muitos tem contra os deficientes mesmo que em conflito com a lei... causa esses problemas. Sim ! somos culpados tambem ! pois se não ligamos mais quando vemos coisas terriveis, essas coisas deixam de ser terriveis e passam a ser banais, é a banalização do mal, como disse Hanna Arendt!
Se a sociedade deixa de achar ruim , então a maldade passa a ser comum, o que é uma doença muito grande pra essa sociedade !
Temos que fazer nossa parte, denunciando e mudando nossa atitude pras coisas mudarem pra melhor!
Parabéns pelo seu senso de justiça, vai ser uma profissional admirável !

Ibere
http://ibererestivo.blogspot.com

Lunaticools disse...

O que eu comentei a cima (Pobre Esponja), mas por outro blog, deve ter sido em um post errado, me desculpa, porque não tem nada com nada .
Sinto muita pena dessas pessoas, assim como muitos familiares que escondem seus filhos com alguma deficiência, de cuho mental ou físico, esse pessoalzinho que esconde, um dia vai se deparar com a morte, e a morte é pior que a loucura. Já seria um motivo racional para respeitar qualquer pessoa marginalizada, mas ainda vou pelo amor ao próximo. Sou voluntário com muito prazer, e posts sensíveis como este dão mais esperança a um futuro melhor.

abç
Renato Silva

Guilherme Lombardi disse...

tema inusitado e muito polêmico, gostei do blog

Matheus Lara disse...

E chamam isso de "direito"... e pior: HUMANO?!!?!?! O Brasil mudou, ok, eu entendo. Mas se não investirem em educação, muita coisa vai continuar errada.

Blog do Camelo disse...

"...do que o ser humano é capaz você num acredita..."

Isso chama-se Brasil, completamente revoltante, bom mesmo é em época de carnaval e copa do mundo ...phoda o vídeo .... choca mesmo... Muito legal, com esse post vc prestou um ótimo serviço a comunidade que não conhece o que essa gente passa, meus parabéns ... ^^

Espero poder vê-la conhecendo o meu trabalho tbém, o BLOG DO CAMELO te aguarda, um grande abraço

JPR disse...

Esse tema gera muita polémica. O governo não sabe o que fazer com essas pessoas, a família ainda menos. Tem haver um senso educacional para com essas pessoas que sofrem tanto. Um sistema que as ampare de verdade e não tratá-las como E.T's. Parabêns pela iniciativa! Visite meu blog que tem algo sobre direitos humanos no último post, sobre o amparo do nosso presidente para com os presos políticos de Cuba. Ah,vou lhe seguir e se puderes me siga também. Abraço!

Orlando Camargo disse...

Isso acontece porque é mais fácil jogar a sujeira pra debaixo do tapete a tentar limpá-la e até, se possível, reciclá-la. Dia desses passou na TV "Bicho de sete cabeças", que mostra como é desumano o tratamento a essas pessoas.

Excelente questão levantada e parabéns pelo blog!

Se puder, depois dá uma passada pelo meu...

Abraços!

seuvicio disse...

Pois é, eu sempre vejo esse tipo de gente em seriado policial norte-americano.

Phellipe salaroli disse...

Mto bom! gostei voltarei aqui mais vezes"!!

Celma Araújo disse...

com certeza continuarei a ver o vídeo depois ....
chega a ser importante p nós...
nos preocupamos com situações tão insignificantes, e nos esquecemos e rejeitamos a situações como essas...pessoas esquecidas, rejeitadas pelas famílias, tratadas como indigentes, sistema desumano esse...
bjs

KASSIO KIBOR disse...

lamentável a forma como essas pessoas são tratadas,
doentes mentais e idosos problemáticos
são considerados e tratados como
o lixo da sociedade.
são simplesmente jogados num canto
abandonados até pela própria família.

lamentavel.

M. Martins disse...

Olá, Tatiana

esse é um tema bastante polêmico.
esse tipo de problema mental foi abordado na novela da globo, com o personagem do Bruno Gagliasso.
Porém, você trata de uma prisão como desculpa para aqueles que tem problemas mentais e cometeram algum tipo de crime e não podem ser presos na cadeia, então o governo criou esse "internato", a casa dos mortos.
Que ao invés de ajudá-los a melhorar psicológicamente, só os isolam do mundo e os maltratam. o que só piora, e muito, a situação.

Parabéns pela iniciativa da postagem!

Marcela disse...

Olá,

Como a Martins salientou acima, um caso muito parecido foi sobre o personagem interpretado pelo autor Gagliasso, e certamente é cômodo partir pra solução mais fácil e não a que poderia ser qualificada como a correta. Mas, é isso iniciativa, e através de seus pensamentos e cinergia de outros sujeitos algumas coisas podem melhorar!

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com/

Um abraço

CorVo disse...

Realmente é triste essa realidade! Eu moro numa cidade que é conhecida como a cidade dos Loucou, devido aqui antigamente possuir um sanatório que era referencia no tratamento de doentes mentais. Hoje esse sanatório é um museu, onde há uma exposição de fotos de internados da época e do horros dos tratamentos de antigamente.

Jamile Fernanda disse...

Parabéns pelo blog Tati ele ficou legal.
E também pela abordagem do assunto, os nossos idosos merecem muito respeito e carinho e não maus tratos.
Isso é culpa desse sistema em que vivemos onde as pessoas só são úteis quando estão a produzir algo para esses capitalistas ordinários.

Se puder visite o meu blog:: http://mile-nanda.blogspot.com/

Wellington disse...

Assisti ao vídeo! Assim como alguns filmes relacionádos, mas esse assunto é algo que me deixa desconfortável! Realmente há um descaso com essas pessoas que precisam mesmo de tratamento! É mais um problema da medicina e as casas de reabilitação para essas pessoas devem ter infraestrutura adequada para ajudá-las.

É triste, a ideia e nos cuidarmos para nunca cair numa situação dessas!

Abraços e sucesso com seu blog!

http://neowellblog.wordpress.com/

Amanda Guerra disse...

Olá. Bom, vou ter que assumir que não concordo tanto assim com a questão que você colocou...

A mim, sinceramente não choca tanto. Não acho uma situaçãon pior do que a de algumas ESCOLAS aqui no Rio de Janeiro, por mais que isso possa parecer surreal. Vejo aqui crianças sendo tratadas como bandidos, sem direito a voz, sem direito nem mesmo ao prato de comida que as vezes é a única refeiçao do dia,sendo insultadas, enfim, coisas absurdas.

É claro que um problema nào ameniza o outro... mas acho que as soluçoes vem da base. Acho que infelizmente temos que estabelecer prioridades, e imagino que dando uma base sólida para a criançada, são elas que vão mudar o mundo. Mudar inclusive, esse tipo de abuso contra o incapaz...

Abraços

Bruuh Fevers disse...

É realmente horrivel o q essas pessoas sofrem,como são tratadas como nada.
Um tema muito legal para se falar
bj,b.

Marcus Alencar disse...

Seu post me fez lembrar o filme ``Bicho de sete cabeças`` que traz uma temática parecida com a diferença de que o personagem principal não sofria de distúrbios mas foi forçado, tirado de circulação para ter uma melhora e ai retornar a sociedade. Enfim, mudam-se os personagens mas a história e o desfecho são os mesmos.
Parabéns pela iniciativa.

Balaio Furado disse...

De vero...a lucidez é um prato que se come frio...Chega a dar arrepio em pensar. Loucura ver, ouvir e sentir td isso...tratamento? Re-tratamento!

Curioso, o meu blog essa semana tbm trata desse assunto. Passa lá depois
http://balaiofurado.blogspot.com/

Willian disse...

Olha, um grupo de formandos de Jornalismo do ano passado, da minha faculdade, fizeram um pequeno documentário sobre este assunto. Se chama "Lúcidos". Se quiser dar uma olhada, entra em contato com esse cara aqui:

http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?origin=is&uid=1300054119627940359

Mas, enfim...ótimo blog. Ótimos temas. É realmente disso que eu gosto. Conteúdo, que informe, que leve a reflexão. Seguirei.

Possivelmente você vai gostar do meu também
http://vejaoquevejo.blogspot.com/

Abraço!

sharisflips disse...

poucos blogs falam sobre alguma coisa social,legal você.

Postar um comentário

Um comentário diz muito sobre você.
Comente com inteligência.

(retribuo comentários bem feitos- afinal,se vc escreve bem aqui, escreve bem lá. ;)

Pesquisar este blog