Páginas

Bem, depois de colaborar com a cultura  inútil de vocês dando aquela aula de nordestinês( se não viu e quer ver clique em cima), hoje, na semana que antecede uma notícia polêmica que anda esquentando a cabeça do brasileiro, vocês vão aprender a decifrar a linguagem carioca e parar de passar vergonha tomando fama de mané toda vez que visita o Rio, rsrs. Se a cidade maravilhosa faz parte assídua do seu roteiro e você ainda não aprendeu: essa é a hora. Se você está pensando em visitar pela primeira vez, eu acho bom você ir familiarizado com o "idioma" local.  Então meu conselho é você largar de preguiça e ler o post até o fim, senão corre sérios riscos de passar  apuros  e não ser, ou pior, ser mal compreendido na terra do pão de açúcar. 
Está liberada a diversão (play)
Dicionário de Carioquês

Aê

1. Advérbio de lugar ("A parada está por aê).

2. Vocativo genérico ("Aê, tu viu a parada?).

3. [pô ] Partícula composta iniciadora de frase

("Pô aê, sei lá, bro").




Arroz

(do fenício) aquele que só acompanha. Sujeito que vive 
 rodeado de mulheres, em muitas amigas,
é doido pra ficar com todas e não pega uma sequer. Sing. Arame-liso (cerca mas não machuca); mestre-sala dança em volta, apresenta pra todo mundo mas não encosta e não deixa inguém encostar); Mosca de padaria (tá sempre sobrevoando a guloseima e tomando tapa)



Boiola

[adj.] Homossexual masculino.


Bolado

adj. Condição de incompreensão momentânea ou preocupação em qualquer nível.


Bonde

1. Ônibus.

2. Galera, turma.


Bucha

Indivíduo com marra de malandro mas que não passa de um tremendo  prego; as antigas era chamado de malandro coca-cola (só dar um sacode que ele perde o gás).


Cabaço

Sujeito trapalhão ("Tu viu que merda? Esse cara é mó cabação!")


Chabí

1. [ttk] v. boiola


Chatuba

Ato de esculhambar, avacalhar e perder a linha da forma mais sacana  possível ("Eu vou chatubar nesse Enecom!").


Coé

Aglutinação de qual é ("Coé, sangue?").


Conto

Unidade monetária sem plural ("Essa parada custa 10 conto").


Filé

1. Mulher muito atraente, com um shape invejável.

2. Fisioterapeuta do Romário e do Ronaldinho.


Filhadaputa

1. Interjeição genérica de descontentamento. Pode ser usada após qualquer

acontecimento desagradável e/ou inesperado.

2. ! Adjetivo utitizado para humilhar, xingar, ofender aqueles que merecem.

Ver fura-olho e juiz de futebol.


Foda

1. Qualificação indicativa de dificuldade ("Aquela parada é foda!").

2.Qualificação positiva indicando algo muito bom ("Aquela parada é foda!").

3. Qualificação que indica algo impressionante ("Aquela parada é foda!").


Fura-olho

[adj.] Fala-se do indivíduo que, incapaz de conseguir realizar o oito, vive de impedir o sucesso alheio. Ver filhodaputa.



Goiaba

[adj.] Diz-se do indivíduo distraído, aéreo, que viaja sozinho, em goiabices. Goiabar -

[verb. int.] Ato ou ação de estar goiaba ("Estava lá sentado, olhando para o céu, goiabando").


Irado(a)

1. Qualificação positiva relacionada a um fato, ocorrência um objeto ("A balada tava irada!").


Lance

1. V. parada.

2. Substância líquida usada como entorpecente, exclusive bebida alcoólica.


Maluco

Cara; sujeito; indivíduo ("Eu não conheço aquele maluco"; Estava com uns malucos da faculdade").



Mané

Otário; vacilão; prego; sujeito que pisa na bola.


Massa

Macarrão e similares. Não confundir com "maneiro".


Maneiro - Show de bola; maneiríssimo;


Mel

1. Bebida alcoólica artesanal fabricada com cachaça e mel; melzinho.

2.[Ter mel] Qualidade de atrair a atenção sentimental e/ou hormonal e fêmeas ("Aquele maluco tem mel");

3. [malandrês] Sangue ("Levou um soco nos córneos e começou a escorrer mel do nariz").


Mermão (masculino)

1. Aglutinação de meu irmão ("Aí, mermão, que parada é essa?")





Aglutinação de maior ("Ih, coé? Mó otário. Aê!").


Na mão do palhaço

[Termo composto] Diz-se da condição das pessoas entorpecidas, não importa com qual substâncias ("Virou dez copos de pinga e agora está na mão do palhaço").



Parada

Substantivo genérico ("Que parada é essa?", "Esqueci aquela parada em casa", "Preciso fazer uma parada").


Paraíba

Indivíduo nascido ou residente acima do paralelo que passa por Copacabana.


Peidão

Covarde, frouxo, borra-botas.


Péla-saco

1. Pessoa chata; piegas.

2. Puxa-saco; baba-ovo; rabiola.

3. V. arroz.


Perdeu a linha- [Termo composto] Fala-se do indivíduo que cometeu um ato inconseqüente/insensato ("Perdeu a linha e virou seis doses de tequila em meia hora"

("Perdeu a linha e foi o centro das atenções na festa da empresa").


Pipoqueiro

Qualidade aplicada ao indivíduo que costuma pipocar, v. peidão.


***

By Fernando:

Pista: lugar onde as pessoas dançam em um clube noturno

Estar na pista: Verbete da cartilha do Heros, quer dizer estar disponível, à procura, à caça,

solto na buraqueira, matando cachorro à grito... (Aê, a quebrete tá na pista!)




Porra

1. Interjeição ("Porra!").

2. Advérbio de intensidade

("Em São Leopoldo estava um frio da porra!").



3. Substantivo indefinido ("Que porra é essa?").

4. [sa] Pronome pessoal da 3ª pessoa do singular ("Ele fica me arrozando...ah, não aguento mais saporra!)



Porrada

1. Coletivo genérico (multidão - uma porrada de gente; matilha - uma porrada de cachorros)

2. Sin. pacaraio.



Prego

[adj.] v. mané.



Puto

1. [adj.] qualifica um sujeito extremamente vacilão.

2. Unidade monetária ("Só eu que não ganho um puto" ).


Sacode

1. Ato caracterizado por várias pessoas se juntando para encher de porrada uma única.


Sangue

Redução de sangue-bom; pessoa legal; gente boa; agradável; maneira. Tchola (tchôla) v. boiola; baitola.


Tu

Terceira pessoa do singular dos pronomes pessoais do caso reto ("Tu viu","Tu faz", "Tu é").



Zero-bala - Renovado; pronto pra outra

("Tava de porre ontem, mas agora estou zero-bala.").
 
 Agora está aberta as contribuições, seja dos cariocas, seja da galera que passou por lá 
 
Pronto, falei
 
 
fonte: http://www.hiro.com.br/
  
       É pessoal,  agora que vocês estão mais "relax" vamos voltar a falar de coisa séria.  Já chega de cultura  inútil por esses dias. Só semana que vem agora. rss. 
       Esse post será dividido em duas partes. O motivo será explicitado no fim do próprio.
       Essa semana eu vou disponibilizar para vocês meterem o bedelho um outro projeto de lei complementar que anda transitando no congresso federal ( mas não se apeguem a ideia de movimento do verbo) denominado "Ficha Limpa". Estou jogando, mais uma vez, o assunto na roda de conversa para ajudar na variação de temas típicos de fofocas ( vizinhos, tias, primas, chefes, colegas etc.) e ampliando as opções. Ao invés de comentar daquela vizinha chata que só anda tomando parte da sua vida,(rss) essa semana você também vai poder falar sobre o que anda fazendo os nossos legisladores e de como o que eles fazem interfere na  vida da população ( ou você ainda está iludido achando que não?!). Está na hora de abrir essa discussão.
     Vamos aos finalmente? rss..
      Então, como eu iniciei no parágrafo acima, está tramitando no congresso uma lei denominada "Ficha Limpa" que tem como objetivo evitar que alguns tipos de  condenados pela justiça possa concorrer a cargos eletivos. Segundo a ementa da própria lei:

"Altera a Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990, que estabelece, de acordo com o art. 14, § 9º da Constituição Federal, casos de inelegibilidade, prazos de cessação e determina outras providências, para incluir hipóteses de inelegibilidade que visam proteger a probidade administrativa e a moralidade no exercício do mandato. "

     Como vocês devem ter percebido é uma alteração, ou seja, já existia projeto similar, que data de 1990 pra variar, que não fora aprovado, pois havia a necessidade de modificação visando excluir qualquer tipo de inconstitucionalidade do projeto, como alguns parlamentares colocam em pauta analisando alguns pontos da sua redação. Desde lá, e não mudou muita coisa, os parlamentares tentam enbargar o projeto  ( Por que será?!) usando diversos argumentos para impedir a votação da mencionada lei. O que se discute agora é dar a ela caráter de urgência ou não ( quase ninguém tem dúvida de que "limpar" a política brasileira é coisa urgente urgentíssima só mesmo nossos " prestativos" legisladores...). Apesar que não se pode valer de lei inconstitucional para implantar o mínimo de moralidade na política( mas que ninguém se iluda pensando que esse é o real motivo da sua "enrolação" no congresso).
     Essa lei complementar está sendo apresentada como projeto de iniciativa popular, pois chegou ao congresso acompanhado de 1.300.000 assinaturas da população; brasileiros cansados da balbúrdia instaurada na política brasileira e de parlamentares que acham um absurdo o privilégio parlamentar que encoraja a entrada de condenados pela justiça, para fugirem de condenações de restrição de liberdade, pois sendo eleitos estão protegidos de cumprir pena .
   A grande manobra do congresso é ficar "passeando" com a proposta por diversos setores tais como o CCJ ( Comissão de Constituição e Justiça) e assim atrasar ao máximo possível a votação. Esse medo de colocar para votar tal projeto pode ser explicado pelo fato da votação ser aberta, e assim "queimar" a imagem dos que votarem contra, pois, se a votação fosse secreta, eles não teriam a mínima cerimômia de votarem contra, pois muitos deles, se não condenados, estão com inquérito aberto e correm esse risco.
     O projeto de lei prevê ainda que os políticos ficarão inelegíveis por até oito anos depois de cumprirem a pena estabelecida pela Justiça, por exemplo: se o individuo foi condenado  a cinco (5) anos ( em segunda instância) ele ficará (5 +8 =13) treze (13) anos sem poder se candidatar a cargos eletivo. 
     Durante a semana eu irei twittar as principais notícias que eu tiver acesso, já que se fosse postar aqui daria um post imenso. Vocês poderão conferir aí do lado, aqui no blog mesmo, ou se quiserem podem me seguir no twitter.
    Além da questão da inviabilidade do tamanho do post necessário para esclarecer o assunto, eu dividi esse post em duas partes por que enviei um mail para o deputado redator do projeto pedindo uma cópia do projeto e a exposição dos principais argumentos usados pelos opositores do mesmo, que orbitam principalmente ao redor da inconstitucionalidade de alguns pontos, com a finalidade de estudá-lo e assim expô-lo aqui com conhecimento de causa( um pouco pelo menos), trazendo a discussão dos pontos e contra-pontos da lei complementar colocando em foco as verdades e as artimanhas usadas para impedir a aprovação, e também porque  o que andei lendo na internet não bate exatamente com a entrevista cedida por ele , o redator, para Jô Soares semana passada, então não sei o quanto está atualizada as informações. Espero  eu vou encher a caixa de mail dele até  que ele me responda até a próxima postagem séria ( no início de maio) para assim eu poder informar vocês de maneira clara, séria e de maneira correta. Afinal, meus leitores merecem o melhor que eu posso oferecer. ;)
  Essa postagem é só uma introdução ao assunto, uma esclarecimento prévio, superficial. mas breve estarei disponibilizando uma discussão melhor fundamentada e precisa, é só vocês aguardarem para meterem o bedelho da melhor maneira possível.


Pronto, comecei a falar ;)


     
 
 

Olá pessoal,
Como sempre entre as postagens sérias eu trago para vocês alguma coisa mais descontraída na intenção de divertir um pouco vocês e dá minha contribuição de cultura inútil como boa blogueira. rsrs.
Um dia desses eu procurando alguma coisa pra ampliar meus conhecimentos gerais (tosse contida) me deparei com algumas manchetes nada convencionais... E pior verídicas!! E não pude deixar de rir da desgraça do ser humano, como boa otimista que sou. ^.^ . Então eu resolvi compartilhar com meus queridos leitores essas notícias, que muitissimo bem advertiu o título, tão bizarras que chegam a ser cômicas.  Se for do seu interesse ler na integra o conteúdo é só clicar na manchete ( eu disponibilizei o link), por que vale a pena perder o tempo dando umas risadas com elas. Então vamos aos finalmente, confira abaixo a seleção de algumas noticias:

Se seu relacionamento anda morninho e vc quer dar aquela esquentada olha só que bom exemplo... Americano briga com namorada sobre sexo e bota fogo no apartamento   

Se você acha que "dar nos mato" é coisa de gente que mora no interior por causa daquela vasta relva disponível olha essa...Seis mil árvores são derrubadas na Inglaterra para inibir sexo em floresta (Aposto que você nunca tinha visto o sexo como vilão global..)

Tem gente que leva ao pé da letra a história que sexo é coisa sagrada....Casal é condenado no Reino Unido após fazer sexo em escada de igreja

Flagrado fazendo sexo, casal não para nem após policial apontar lanterna(Alguém tem dúvida de que tava bom demais da conta?!rsrs) 

Se você já deu um de "sonâmbulo(a)" tarado com sua(eu) prima(o) saiba que não é o único que usa essa desculpa... Flagrado fazendo sexo em público, australiano alega que estava ‘dormindo’

Galos comandam revolução em galinheiro e matam raposa ( Como assim "onde os fracos não tem vez"?! hahaha) 

Se você ainda tinha dúvida que gato tem 7 vidas, ou é pactuado que nem o Raillander, veja só essa: Morto em acidente de carro, gato volta para casa nove meses depois do enterro Assim, no "gramour"..

Pescador inglês resgata celular que havia sido engolido por bacalhau (Alô,  greenpeace?! ) 

Se eu fosse você teria mais cuidado ao sair de casa porque...Russa sai para passear e tem casa demolida por engano 

Tah querendo economizar no aluguel? Então faz assim ó:  Austríaco é preso por fingir doenças para morar de graça em hospitais 

Polícia pára motorista barbeiro e descobre que ele é cego (ahh, quem nunca deu uma barbeiradinha na vida?!!)

Se for fazer as coisas, faça bem feito por que as...Mulheres chamam a polícia porque não gostaram de sexo e são presas

Para os amantes de seios fartos cuidado...Mulher quase mata namorado sufocado com os seios 

Chinesa confunde ladrão com marido e tenta fazer sexo com invasor Isso que é amor pra dar (literalmente) 

Quer companhia e está perdido? Não na terra da pizza..Placa indica área de prostituição na Itália

Ladrão é preso após pedir informações para policial  (dããã)

Conheça Riley, o cachorro com sorriso humano  (Alguém tinha que rir nesse post né?!)

Suspeito de crime é delatado pelo próprio cão na Alemanha Tah, vamos rever esse título de "amigo" do  homem.. 

Cachorro engole diamante de US$ 20 mil  ( Alguém chama o Stiffler, por favor)

Cão fuma dois cigarros por dia e deixa dona preocupada (Quem o mercado do cigarro não consegue corromper.. )

Fumante e alcoólatra, chimpanzé é enviado para reabilitação (Será que o AA aceita ascendentes?)

Macaco foge do circo após discussão e abandona namorada grávida (depois têm dúvida da ancestralidade...) 

Criatividade é isso.. baixa total de preços: Contra crise, bordel alemão faz promoção: tudo por 70 euros  (Rola ( verbo) rodízio?)

 

Seção " tô na seca"

Sexo com cavalo leva homem a cumprir três anos de prisão  Imagine de fosse ao contrário?! hahah

Inglês é condenado por fazer 'sexo' com caixa de correio  Depois da lei de não violação de correspondência será que vão ter que fazer uma de não violação da caixa de correio também ?coitada!

Homem fica preso ao tentar fazer sexo com banco de metal  Isso que eu chamo de conexão total na hora "h"

Homem detido por fazer sexo com aspirador pode pegar 1 ano de cadeia  Será que foi o aspirador que deu queixa?! hahaha

Polícia é chamada após homem se recusar a ficar nu em swing  Aahh, ficar só olhando não vale..

 

Seção :O que uma lombra não faz...

Americano é preso após enfiar gato em cachimbo para fumar maconha (?!  o que ele pretendia com isso? um barato com uma "gata"?!)

Homem tenta pagar com maconha pedido feito no McDonald's Por que não? Uma droga por outra ué.. me parece muito justo..

Traficante é assaltado durante venda de drogas e chama a polícia O que ele acha que quer dizer " comércio ILEGAL de drogas?! hahaha

Mulher liga para polícia porque McDonald's ficou sem nuggets (Vicio é uma m%#@$&* hein? )

Ladrões batem carro com uma vaca no banco de trás, na Malásia ( Cinto de segurança pra vacas já!)

"Não contavam com minha astúcia! " Vibrador faz esquadrão antibomba ser chamado na Suécia

Engenheiro usa vibrador da namorada para assaltar lotérica  Sempre achei  que só era arma contra solidão!

E para encerrar: a vingança do proletariado: Empregada doméstica é presa por dar água com xixi para o patrão


 Então é isso companheiros, mesmo sem exaurir as bizarrices noticiadas, eu encerro por aqui.         " Inté" a próximaa.

Pronto, falei .



Olá leitores antenados !
Vocês já devem ter escutado a última dos nossos "empenhados" legisladores: a ( imposta) castração química aos crimes sexuais, visando principalmente aos pedófilos , proposta atualmente, mas não primeiramente, pelo senador Gerson Camata (PMDB/ES). 
Focando inicialmente na resposta popular um fato nada curioso foi novamente percebido em uma entrevista informal feita à população: a maioria é a favor mesmo não sabendo exatamente do que se trata; ou seja, é encontrado novamente nos meios de punição a presença da vingança, já que as pessoas a defende por pensarem que se trata de uma punição corporal dolorosa.
A aplicação de castigos dolorosos e a tortura no corpo do ser humano, práticas ainda estão arraigadas em nossa cultura e no nosso inconsciente coletivo, tão corriqueiras  ainda nos dias de hoje faz parte das bases do direito penal  que advêm do direito canônico, com o crime se confundindo com a noção de pecado. Nosso sistema repressivo é inspirado no modelo imposto pela Santa Inquisição, no qual castigos corporais e tortura eram de utilização diária o que explica muito a nossa opinião, que acreditamos ser fruto do mais  absoluto livre arbítrio , resumir-se na execução da vingança através da dor, ou melhor, na personificação da justiça no sofrimento do criminoso.
Feita algumas ressalvas iniciais e caso ainda não estejam cientes do projeto de emenda, faço-lhes, como muito gosto, as apresentações iniciais.
Em 2002, o ilustre Deputado Wigberto Tartuce (PPB-DF) apresentou o Projeto de Lei nº 7.021 de 2002 propondo a modificação dos arts. 213 e 214 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal Brasileiro, fixando a pena de castração com recursos químicos para os crimes de estupro e atentado violento ao pudor, in verbis:
Art. 213. Constranger mulher à conjunção carnal, mediante violência ou grave ameaça:
Pena – castração, através da utilização de recursos químicos."
Art. 214 – Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a praticar ou permitir que com ele se pratique ato libidinoso diverso da conjunção carnal.
Pena – castração, através da utilização de recursos químicos

Bem, a castração química, resumidamente, é um tratamento médico, a base de remédios, que inibe a excitação sexual, ou interferem na produção hormonal de testosterona fato que reduz drasticamente a libido.
Base científica: o método que utiliza o acetato de medroxiprogesterona foi cogitado pelo fato  de várias  pesquisas indicarem que a testosterona, hormônio ligado à sexualidade e à violência, é um dos fatores comumente presentes naquelas pessoas que cometem crimes. Não é à toa que a maioria dos homicidas são homens na faixa etária de 15 a 39 anos. Eles têm níveis de testosterona 15 a 20 vezes maiores que as mulheres, e é nessa faixa etária que esse hormônio atinge o auge no corpo.
Efeitos: além de violar a integridade física do condenado a castração masculina tem sérias conseqüências sobre o corpo como um todo: depressão, queda de cabelo e perda de massa muscular são apenas algumas delas, além de impedir uma vida afetiva e sexual normal à pessoa ( o que pode causar problemas na sua vida social e psicológica).
Fatores positivos: a) redução da reincidência de 75% para 2% dentre aqueles que foram submetidos ao tratamento. b) ineficácia das prisões. Alguns psicólogos afirmam que o enclausuramento só serve para que os pedófilos criem mais fantasias sexuais que serão convertidas em realidades fora da prisão, além de o medo de ser presos novamente os incentivarem a elaborar meios de cometer  crimes mais dificilmente descobertos. A prisão aumenta tendências agressivas em pedófilos masculinos, enquanto a castração química se dirige para a raiz da causa do desvio sexual compulsivo.
Falha:  a)temos que levar em consideração fatores tão quanto, ou mais, importantes que os níveis de testosterona, tais como fatores comportamentais, psicológicos, educacionais e culturais.
b) Márcio Pecego Heide, advogado, pós-graduado em Advocacia Criminal pela UCAM/RJ, ainda traz a questão do legislador ter se resumido ao pensamento do crime cometido por homens, excluindo, portanto, a possibilidade do crime ser cometido por mulher, incluindo-a apenas como co-autora e assim deixar de fora a orientação de como agir nesses casos. e questiona: "Em qual parte do corpo recairia a reprimenda no caso da co-autora, a mulher, uma vez que ela não tem pênis?". c) Não expõe os métodos de castração química que será empregado o que pode definir a sua constitucionalidade ou não. 

Alguns psicólogos colocam em foco a questão patólogica das motivações à crimes sexuais. Uma pessoa psicologicamente doente, não possui, como instrumento de abuso, apenas o seu órgão genital, mas também objetos, dedos, línguas e etc. O que significa que apenas o tratamento médico,( em alguns dos meios de castração química tal como a destruição das válvulas que controlam a entrada e a saída do sangue nos corpos cavernosos do pênis, meio utilizado na Califórnia, EUA, por exemplo) sem ajuda psicológica, pode apresentar-se ineficiente. Sem falar que a falta desse acompanhamento, como o tratamento só surte efeito com aplicações constantes de remédios( no caso do acetato de medroxiprogesterona), poderá ser extinto, após determinado tempo caso não seja da vontade do condenado o bloqueio de tais instintos, que poderá voltar a cometer crimes desta espécie. Isso sem falar que alguns especialistas da área da psiquiatria esposam a tese que os tais impulsos sexuais anormais são devidos a problemas na formação de caráter do ofensor, traumas de infância, formas de criação etc. Outros defendem a tese de ser devido a doenças mentais ou psicopatias, chamadas de parafilias. E há ainda os que apontam para problemas e traumas da fase adulta enquanto que outros apontam para deficiências mentais incontornáveis.
Alguns apontam inconstitucionalidade por que nossa constituição exclui qualquer tipo de pena pérpetua,( o que seria aplicável no caso de se cogitar a possibilidade de seguir os métodos estadunidenses) mas eu não creio ser o caso, já que há métodos de castração química que só duram enquanto se mantém o tratamento. Se há nela inconstitucionalidade esta repousa na arbitrariedade permitida pela brecha na lei e na violação da integridade física do preso, o que por sua vez, é sim inconstitucional. Como prevê o art. 5º, XLIX " é assegurado aos presos o respeito a integridade física e moral", da Constituição Federal.
A solução para o problema defendida pela OAB, então, se encontra na extinção da brecha, ou seja, o meio de castração química ser explicitamente prevista na lei , além de colocada como direito do condenado, ou seja, ao invés de impor a castração química como pena, ela ser dada como opção de tratamento de doença ao preso.
 Resolvido os problemas encontrados, que provavelmente eu não exauri aqui, o meio pode ser uma solução humana, econômica, e eficaz. Já que não irá ser imposta, irá aliviar o saturado sistema penitenciário e diminuirá a reincidência dos crimes contra crianças, por exemplo. Mas a eficiência dessa lei passa, como todas as outras, pelo perigo de ser aplicada a apenas algumas pessoas ( as mais desfavorecidas é claro) o que compromete a sua seriedade e eficácia. 
É sem dúvida uma discussão quer DEVE ser levada à sociedade, pensada, analisada e caso seja aprovada(com participação popular) a população esteja ciente da sua importância e possa pressionar os órgãos públicos a cumprí-la. A mobilização pública por justiça não pode ser resumida a exauridos pontos, em casos isolados, como acontece em alguns momentos exemplificado pela morte de Isabela Nardoni, ou Impeachtmam de Color.  Estes picos devem ser observados para examinar a força do povo que não quer ser apenas governado alienadamente mas que quer ser ativo, quer que o governo  seja dirigido  defendendo os  interesses comuns da sociedade civil.


Quer saber mais?
1, 2, 3
Pronto, falei. ;)


Pesquisar este blog