Páginas

Menino(a), minha habilitação parecia está de rosca mas enfim ela parece que vai sair! Segunda -feira (25/05/09) eu fui fazer o exame, na verdade eu nem estava muito nervosa, apesar que no dia anterior Tay saiu comigo pra "treinar" e me levou pra uma ladeira que você não tem noção- muito verticalizada e ainda dava pra um barranco, dá pra você?! - e isso me tirou toda alto confiança claro!(apesar da boa intenção) Chegando lá, no local da prova, o sol parecia anunciar que a bendita ia mesmo desencanar e dar as caras na minha mão. E não deu outra. A primeira prova é a de garagem. Eu não estava muito ansiosa até entrar no carro, me deu uma taquicardia menino(a)... Mas aí eu respirei fundo e fui devagarzinho, pedindo ajuda a Deus e em um certo momento eu senti na brisa a sua mão acariciando meu rosto e me acalmando. Depois disso foi só alegria! Parecia que uma força tinha se apossado de mim por que eu nem vi a hora que eu entrei na garagem e saí de lá vitoriosa. Só após a ficha caí, isso na hora que eu entreguei a chave para meu instrutor, que eu meio que " frescamente" ( bem minha cara) dei uns pulinhos discretos de alegria. Mas ainda não tinha acabado a angústia, tinha a segunda etapa: o exame de rua. O pior de tudo são as revisões que as candidatas a motoristas começam a fazer.. aí que você pensa que vai se desesperar, por um instante você se confunde a tal ponto de crer que não sabe ou esqueceu tudo! Eu procurava impedir os comentários argumentando que estava piorando nosso estado psicológico, todas concordavam, mas volta e meia voltavam como que magneticamente ao assunto do dia. O exame começou as 08:30 aproximadamente, a segunda etapa, o exame de rua, começou quase 13:00h!!! Tava todo mundo com fome já, e eu com fome não sou ninguém que preste, não me concentro e fico numa agonia triste. Mesmo assim quando meu instrutor me chamou junto com uma outra menina ( eu iria fazer ida e ela a volta do percurso) eu comecei a falar sem parar pra ver se as palavras levavam o nervosismo junto a bailar pelo vento e pra bem longe de mim. Na hora de sair pra completar vem uma criatura manobrar o carro bem no meio da rua que eu iria passar( imagine você doida de fome, ansiosa para não errar, vendo em sua frente um cidadão barbeiro tentando entrar na garagem... ), oxe debreei o carro, freei, e nada do cidadão adiantar o lado, enfim quando o bendito resolveu desocupar a rua e eu ia saindo... o carro morre! Mas eu nem fiquei muito preocupada por que ele tinha visto a situação fdp que tinha acontecido que somada ao nervosismo é fatal. Lá vai eu "vruuum" , entrei na rua, passei a primeira, a segunda a terceira ( até agora eu nao sei como eu consegui fazer isso - teoria mais provável: milagre.) e reduzindo pra segunda e encostando fazendo meia embreagem de ré numa ladeira "violenta", e subindo outra meia embreagem... sinalizando pra sair, entrando na vaga de ré.. e todos esses procedimentos que quem dirige conhece bem, meio no automático até que estacionei e dei gentilmente a vez pra outra menina. Lógico que enquanto ela fazia a performance dela eu tentava ver se ele( o examinador) tinha colocado o "x" no aprovado ou no reprovado e o danado nada.. Eu esticando o pescoço e ele nem mexeu no papel. O danado decorou nossos nomes para só colocar o resultado depois tu acredita?! Perguntei toda delicada e educadinha se tinha passado....inutilmente ( nem precisava falar ?!) Ele só olhou pra minha cara sério...Então eu pensei: "vixe que homem mais mal humorado" mas até que ele não era tão danado assim.. Afinal agora eu sou uma cidadã habilitada esperando só minha carteira chegar! Eu já ia desligar o computador quando me veio a mente olhar se o resultado já havia saído.. E não foi que a minha intuição estava certa?! Eu nem ia mexer nesse blog hoje, mas não resistir. Tinha que contar para alguém e a essa altura já está todo mundo dormindo por aqui! Mas agora a alegria foi dividida e eu posso dormir em paz. Conclusão: transeuntes tomem mais cuidado ao passear na rua, há mais uma barbeira a solta! Ps: Vamos fazer um trânsito mais humano e seguro. A educação que mamãe se esforçou tanto para ensinar não pode ser esquecida. gentileza não adoece, nem mata ninguém. O que anda acabando com a vida de milhares de pessoas é justamente a falta de respeito às pessoas, a falta de gentileza e a pressa. Aquela frase de efeito é válida : Devagar e sempre. Não esqueçamos que o carro se torna uma arma se manipulado de maneira errônea. E infelizmente não é só você que saí machucado ( o que seria "justo" pois seria uma consequencia de um ato impensado SEU), você leva junto pessoas que nada têm haver com a sua pressa e suas familias que nunca serão as mesmas perdendo um ente de maneira tão violenta. Nunca cometa o erro de achar que as coisas sempre acontecem com os outros mas nunca com você! Combinado?!
E vivaa o poder da condução!( correta; dos veículos e das nossas vidas ^.^)
Tatiana

0 comentários:

Postar um comentário

Um comentário diz muito sobre você.
Comente com inteligência.

(retribuo comentários bem feitos- afinal,se vc escreve bem aqui, escreve bem lá. ;)

Pesquisar este blog